No Ritmo do Filme Musical

08-10-2020

Você sabia que o primeiro Filme Musical foi exibido em 1927 ainda nos primórdios do cinema falado? O filme se chamava “O Cantor de Jazz”. Há quem diga que essa modalidade não se encaixa no “gênero” e sim no “formato” de um filme. Afinal, essa denominação apenas define que existem narrativas cantadas, independente da trama ser de comédia, drama, ou qualquer outro gênero.


(Pôster do filme O Cantor de Jazz.)


Se enquadrando ou não como gênero, temos que concordar que ao menos um Filme Musical já fez a gente cantarolar. Selecionamos aqui alguns clássicos desse nicho cinematográfico.


“Cantando na Chuva” (1952) é o filme perfeito para iniciarmos essa lista. A cena em que Gene Kelly interpreta a música-título do filme, “Singing in the Rain”, é com certeza uma das mais famosas do cinema. Um filme épico que ainda vai conquistar gerações. 



(Pôster do filme Cantando na Chuva.)


Outro musical inesquecível é “A Noviça Rebelde”. Sua primeira versão foi em 1965. O filme se passa na Áustria em 1938. A freira Maria deixa o convento para cuidar de crianças de uma família rica. Na casa dos Von Trapp, ela acaba encontrando o amor e um lar.


(Pôster do filme A Noviça Rebelde.)



Em 2004, as telonas dançaram junto com “O Fantasma da Ópera”. O drama arrecadou uma bilheteria de US$ 154,6 milhões em todo o mundo. O filme conta a história de Christine Daae, uma jovem que fazia parte do coral de uma conceituada companhia de teatro. Após a estrela da companhia, a atriz La Carlotta, abandonar seu papel no musical, Christine é escalada para substituir o papel de Carlotta. Com menos de uma semana para a estreia, Daee se prepara e surpreende a todos com sua impecável atuação. O que ninguém sabe é que ela conta com uma ajudinha obscura que a guia pelo teatro: O Fantasma da Ópera. 


(Pôster do filme O Fantasma da Ópera.)


Um grande sucesso do musical no cinema, em 2016, é “La La Land- Cantando Estações”.

A história de um pianista de jazz e uma aspirante atriz que se conhecem e se apaixonam em Los Angeles. O título é uma referência à cidade na qual o filme é ambientado e ao termo Lalaland, que significa: estar fora da realidade.


(Pôster do filme La La Land - Cantando Estações.)


Você arrisca um palpite sobre qual vai ser o próximo filme que vai te fazer dançar no cinema? O Cine A já está com a pista de dança, ou melhor, a telona de dança esperando você para a próxima festa.

Notificações

Ver todos notificações