Amantes da Comédia

05-10-2020

Uma comédia cinematográfica é um filme com humor ou que pretende provocar o riso da audiência. Junto com o drama, é um dos mais importantes gêneros de cinema.

“O Regador Regado”  de 1896, filme francês dos irmãos Lumière, é considerada a primeira comédia da história do cinema. Desde o começo, criaram-se filmes em que se mostravam imagens que alegravam ou faziam rir o espectador, ainda que fosse sem o acompanhamento do som. 


(Cena O Regador Regado)


Desde os primórdios do cinema o gênero ganha os corações dos espectadores. Separamos alguns que fizeram as telonas vibrarem com as risadas. 


O filme “Intocáveis” promete arrancar muita risada e também algumas lágrimas. Baseado em uma história real, a trama mostra a relação de Philippe, um milionário tetraplégico francês, que contrata o nada adequado Driss para ser o seu auxiliar de enfermagem. Sem a menor experiência no trabalho, o senegalês traz um novo clima para a vida de Philippe, justamente por fazer tudo “errado”. 


( Intocáveis)


“Deadpool” veio dos quadrinhos direto para as telonas e nesta adaptação para o cinema, conseguiram trazer o humor ácido, a quebra da quarta parede e a ação sanguinária que são característicos do personagem. 


(Deadpool)


A épica comédia brasileira “Minha Mãe é uma Peça”, estreada em 2013, fez o cinema todo chorar de rir e caiu do gosto da galera. A História de dona Hermínia (Paulo Gustavo), uma mulher divorciada de meia-idade que descobre que seus filhos, Marcelina e Juliano, a acham chata. Triste com a situação, ela resolve sair de casa sem avisar ninguém para desabafar com a tia Zélia e recordar o passado. A trama ganhou sequências em 2016 e 2019, com enredos ainda mais divertidos. 


(Minha Mãe é Uma Peça)


Com Jim Carrey nas telas você não pode esperar nada menos que grandes gargalhadas. Protagonizando o filme “O Todo Poderoso”, o ator dá vida ao personagem Bruce Nolan. Bruce é o  um repórter de TV que questiona a Deus, interpretado por Morgan Freeman, por não estar fazendo seu trabalho corretamente e este oferece a chance de tentar ser o próprio Deus por uma semana. Nessa aventura e em meio a muitas trapalhadas, o repórter percebe que não é tão fácil ser Deus. 


(O Todo Poderoso)


A saudade de lotar o cinema de risadas já está apertando, mas não se desespere que a sequência de “Um Príncipe em Nova York” vem com tudo para animar as telonas com muito humor. E para quem é amante do cinema nacional, o filme “Tô Ryca”, protagonizado por Samantha Schmütz, também ganhou sequência e promete diversão em dobro . 


(Um Príncipe em Nova York 2)


(Tô Ryca)


Animados para as próximas estreias? O CineA não vê a hora de dividir boas risadas com você.


Notificações

Ver todos notificações